You are currently browsing the monthly archive for Outubro 2010.

O Amor é mais forte do que a morte. No entanto, fazemo-lo tão fraco entre nós. Sem força, sem perseverança. Falha tanto neste mundo que dele pouco vemos ao longo de uma vida inteira. Porquê? Porque nos mantemos longe da sua Fonte. Pensamos que ele habita em nós, só porque já o sentimos algum dia. Mas é fácil perceber que não é nosso. Nas nossas mãos ele é frágil!… São mais as vezes que o matamos do que o alimentamos.

No entanto, o amor existe eternamente, tal como o seu Criador. Quer vivamos, quer morramos, o Amor vive. Em nós ou fora de nós. Sempre vive. E é lindo. A força do Amor é sobrenatural. O Amor é mais forte do que a morte porque dura para além dela. É a prova de que existe algo superior a nós e que a vida é pra ser contínua, sem interrupções. Eterna, como o Amor.

Uma das expressões do Amor é a música. Apesar dela sair do ser humano, tal como o Amor, não é dele. Nós somos apenas canais, contentores destas coisas lindas que Deus nos deu. O Amor e a Música.

De mãos dadas com o Amor, anda o Perdão. É nele que surge a força do Amor. O Perdão é a comida do Amor. Se quisermos que o amor dure, sabemos o que temos que fazer. E, assim, o Amor nunca morre totalmente. Ele vive. E sempre, e sempre. Quem ama, perdoa. E a Música verdadeira nasce.

O Amor, o Perdão e a Música. Três fios de um cordão inquebrável.

Quem se agarra a Ele, vive eternamente.

 

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 2.006 outros seguidores

Comentários